D. Manuel Pelino, bispo há 25 anos

Aniversário é marcado por conferência e missa na Catedral de Santarém com a presença do episcopado
Aniversário é marcado por conferência e missa na Catedral de Santarém com a presença do episcopado

O bispo de Santarém, D. Manuel Pelino, completa hoje as bodas de prata de ordenação episcopal, missão de que diz gostar cada vez mais, apesar das preocupações e sofrimentos a que refere estar sujeito.

 

“Vinte e cinco anos de exercício do ministério episcopal não me cansaram. Parece-me até que sinto mais gosto e encanto por esta missão”, escreveu o prelado na nota pastoral para 2012-2013, com data de 31 de julho.

 

Para D. Manuel Pelino, de 71 anos, “visitar as comunidades, contactar com as pessoas, semear o evangelho, celebrar festivamente a fé é sempre um motivo de alegria e de consolação” que supera o desassossego.

 

“Por vezes preocupo-me por não ter recursos humanos suficientes para a pastoral, sofro pelas incompreensões e erradas interpretações, pelas infidelidades e insuficiente correspondência. Mas a semente germina e há alturas que vemos frutos e nos sentimos recompensados”, referiu.

 

No mesmo documento o prelado considera que “a alegria e a misericórdia constituem uma pedagogia mais adequada do que o rigor das leis para anunciar a vida nova do evangelho”.

 

Ordenado padre há 47 anos, D. Manuel Pelino recebeu a ordenação episcopal a 13 de março de 1988, em Coimbra, após a nomeação para bispo auxiliar do Porto.

 

“Desde que o núncio apostólico me chamou (próximo do Natal de 1987) para me comunicar o chamamento do Papa João Paulo II para esta responsabilidade, procurei convencer-me de que devia exercer esta missão como uma proposta de alegria”,assinalou.

 

Em janeiro de 1998 o Papa polaco nomeou D. Manuel Pelino bispo de Santarém, diocese que dirige desde então.

 

O aniversário é assinalado a partir das 17h00 de hoje com a conferência ‘A missão do Bispo na Igreja local: as novidades do Concílio’, proferida por D. Virgílio Antunes, responsável pela Diocese de Coimbra.

 

Após a conferência marcada para a Sala de Atos do Seminário de Santarém, D. Manuel Pelino preside a partir das 19h00 à missa na catedral escalabitana, celebração que conta com a participação de bispos, clero e leigos.

 

O programa das comemorações prossegue no sábado com um “concerto espiritual” interpretado por Rão Kyao, que começa às 21h30 no Convento de São Francisco, em Santarém, com entrada livre.

 

OC/RJM - Agência Ecclesia

 

 

Comente esta notícia:

Comments: 0