Procissão do Mar em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem

 

8 de agosto de 2012

A tradição manteve-se em Peniche. Os homens do mar com os seus barcos bem engalanados, mesmo em tempo de muita crise, souberam dignificar a Procissão do Mar em honra da sua Padroeira - N. S. da Boa Viagem.

 

O povo compareceu em peso na Ribeira Velha, permitindo uma grande moldura humana na noite do passado sábado.

 

A poucos dias de se fazer ao mar para levar a cabo a viagem pela Zona Económica Exclusiva Portuguesa, o velejador solitário Ricardo Diniz também participou com o seu veleiro, o "Montepio Mar", na Procissão do Mar.

 

Depois de ter recuperado o seu veleiro no Estaleiros Navais de Peniche, Ricardo Diniz juntou-se, assim, à festa. Inserida no projeto "Montepio Mare Nostrum", a viagem à Zona Económica Exclusiva Portuguesa a bordo do veleiro "Montepio Mar" tem partida prevista para meados de agosto. Trata-se de uma expedição poderá durar entre um mês a 45 dias, a bordo de um veleiro que Ricardo Diniz considera "muito especial" e que será "uma embaixada flutuante da Portugalidade".

 

A expedição "Montepio Mare Nostrum" pretende também sensibilizar os jovens para o património marítimo.

 

No domingo de manhã, a tradicional Missa Mareal, um das cerimónias mais importantes dos festejos em honra de N. S. da Boa Viagem, realizou-se no topo sul da Marina de recreio do Porto de Peniche, com a presença de muitos fiéis, de pescadores, das autoridades municipais, da Capitania do Porto de Peniche, da tripulação dos vasos de guerra da marinha Portuguesa, dos escuteiros e de outras organizações locais.

 

 

Carlos Tiago

 

(Jornal das Caldas nº 1058 de 8 de agosto de 2012)

Comente esta notícia:

Comments: 0