Milhares de escuteiros da Região de Lisboa celebraram S. Jorge em Peniche

 

3 de Maio de 2012

Cidade de Peniche registou uma enchente de jovens
Cidade de Peniche registou uma enchente de jovens

Cerca de 6500 escuteiros do CNE – Corpo Nacional de Escutas celebraram o dia de S. Jorge, Patrono Mundial do Escutismo, e 85 anos de fundação da Região de Lisboa, em Peniche no passado dia 22.

 

Com o tema “A vida de Maria, Mãe dos Escutas”, os membros das quatro seções inseridos em mais de uma centena de agrupamentos, dos sete núcleos da Região de Lisboa participaram durante a manhã na celebração eucarística presidida por D. Joaquim Mendes, Bispo Auxiliar de Lisboa na Ribeira Velha em Peniche.

 

O bispo diocesano na sua homilia lançou três desafios na vivência pascal. Os jovens foram interpelados a descobrir “os sinais da presença de Jesus ressuscitado, particularmente na Eucaristia, memorial da sua Páscoa, onde Ele se revela na Palavra e na Fração do Pão”. A encontrar a energia do seu amor na “vida dos santos, na comunidade dos seus discípulos” e na vida de muitos cristãos da atualidade, na sua prova de serviço generoso e gratuito aos outros, “impelidos pela força de Cristo ressuscitado, e no testemunho de serenidade e de paz”, reforçou D. Joaquim Mendes.

 

O responsável episcopal afirmou que é necessário desejar conhecer e encontrar com Jesus Cristo, fazendo a experiência do seu amor no “perdão dos pecados, cultivar uma relação pessoal com Ele e tornar-se seu discípulo, para ser também seu apóstolo”.

 

O vice-presidente da Câmara de Peniche, Jorge Amador, manifestou que “esta grande festa escutista vai marcar certamente o ano de 2012 em Peniche”, e deu os parabéns aos adolescentes, jovens e dirigentes responsáveis pela “enorme iniciativa que, com tanta juventude embeleza e dá gosto estar hoje em Peniche”.

 

O autarca explicou a importância do espaço envolvente e caraterizou-o como o “anfiteatro dos pescadores”, onde há algumas décadas acolhia mais de 3 mil e nos dias de hoje congregam cerca de 900 pescadores.

 

O JORNAL das CALDAS falou com o Chefe de Núcleo do Oeste, Rui Pedro, o qual afirmou que o ‘S. Jorge 2012’ teve um balanço “extremamente positivo”. “Do ponto de vista logístico e em termos de saúde e segurança, a atividade ocorreu sem incidentes e a entrada e saída da cidade de Peniche de quase 6500 escuteiros decorreu sem congestionamentos e sem perturbar os habitantes”, graças ao empenho das autoridades locais e cooperação dos escuteiros (Dirigentes e Caminheiros), que integraram o DPCS (Departamento de Proteção Civil e Segurança do Núcleo do Oeste) e puseram em funcionamento esta “grande máquina”, garantiu o anfitrião do evento escutista.

 

O Chefe de Núcleo revelou que na vertente pedagógica os objetivos foram atingidos, indicando que “os escuteiros das quatro seções aderiram entusiasticamente às atividades propostas”. Sob o imaginário da vida de Maria, os participantes conheceram a cidade de Peniche, o seu património e as suas gentes. “No final do dia os sorrisos estampados nos rostos destes jovens fizeram prova de que valeu a pena todo o trabalho, esforço e dedicação daqueles que mais ativamente participaram na preparação desta atividade”, concluiu o dirigente Rui Pedro.

 


João Polónia / Jornal das Caldas

 

http://www.jornaldascaldas.com/index.php/2012/05/03/milhares-de-escuteiros-da-regiao-de-lisboa-celebraram-s-jorge-em-peniche/

 

Free counter and web stats

Comente esta notícia:

Comments: 0