Padre João Vergamota despede-se das Paróquias de Óbidos e Serra d'El-Rei

21 de Setembro de 2011

Última celebração eucarística que presidiu, no Santuário do Senhor Jesus da Pedra
Última celebração eucarística que presidiu, no Santuário do Senhor Jesus da Pedra

O padre João Vergamota despediu-se das paróquias de Óbidos e Serra d’El-Rei, na última celebração eucarística que presidiu, em serviço paroquial, no Santuário do Senhor Jesus da Pedra em Óbidos, no passado dia 10.

 

O sacerdote exerceu o seu ministério sacerdotal como vigário paroquial durante os últimos três anos, nas comunidades paroquiais de, Nossa Senhora de Aboboriz de Amoreira, Santa Maria e São Pedro de Óbidos, Sagrado Coração de Maria de Olho Marinho, São Sebastião de Serra d’El-Rei e Sobral da Lagoa, e Nossa Senhora da Piedade do Vau.

 

Na homilia da Eucaristia de despedida à comunidade inter-paroquial de Óbidos e Serra d’El-Rei, o presbítero João Vergamota apoiado na liturgia dominical afirmou que “a Palavra de Deus deste domingo volta o nosso olhar para a distância que vai da terra ao Céu, para assim percebermos a grandeza do Amor de Deus, da sua misericórdia e do seu perdão!”. “Talvez a nossa ainda não chegue à Ponte do Arnóia, mas confiados em Deus queremos sempre esticar mais a nossa medida, até que ela coincida com a medida de Deus, sem limites!”, acrescentou o sacerdote. Apoiado na segunda leitura e através das palavras de São Paulo, o padre João revê tudo o que pretende transmitir à assembleia presente e desafia a evangelizarem e serem instrumento ao serviço de Deus, “a todos quantos me deram a alegria da sua colaboração nestes anos; crianças, jovens e mais velhos, aos que acompanhei na catequese e no grupo de jovens, aos que foram às Jornadas Mundiais da Juventude, aos Escuteiros, às famílias, aos doentes, aos que estão sós, aos que estão mais perto da fé e aos que estão mais afastados, instituições civis, militares e autárquicas, Santa Casa da Misericórdia e demais associações destas freguesias, inúmeros paroquianos; gostava de vos deixar estas palavras «Irmãos: Nenhum de nós vive para si mesmo e nenhum de nós morre para si mesmo. Se vivemos, vivemos para o Senhor, e se morremos, morremos para o Senhor. Portanto, quer vivamos quer morramos, pertencemos ao Senhor. Na verdade, Cristo morreu e ressuscitou para ser o Senhor dos vivos e dos mortos»”

 

O padre João Vergamota quando entrou nas paróquias de Óbidos e Serra d’El-Rei, assegurou que “o que mais desejava era ajudar, amar mais a Cristo e à Igreja”. Recordando esta afirmação, o presbítero confia no Senhor para que tenha sido assim, e que continue a ser pelas mãos de todos os sacerdotes que passem por estas comunidades paroquiais. Deixou o agradecimento pelo acompanhamento destes três anos e tudo o que pôde aprender, ao pároco padre Paulo pelo seu testemunho de entrega ao serviço a Deus na sua Igreja, bem como dos diáconos Maximino e Raúl. A todos agradeceu a presença e a amizade demonstradas ao longo dos três anos de serviço paroquial. Referindo-se aos jovens e adultos que o acompanharam às Jornadas Mundiais da Juventude realizadas recentemente em Madrid, afirmou “penso que é um bom lema de vida o que o Santo Padre nos propôs nas Jornadas: «Firmes na fé, enraizados em Cristo!». “Há por vezes tendência a afastarmo-nos da fé à medida que crescemos, ou vamos para a universidade, porque o ambiente à volta é hostil, e nós vamos enfraquecendo a luz que nos ilumina, às vezes pressionados por aqueles que nos querem fazer crer que ter fé é ser «mais ou menos» tonto, mas nós vimos em Madrid que não é assim!”, salientou o padre João. O sacerdote referiu ainda que “viver na amizade como Jesus é o melhor que nos pode acontecer, e abre os horizontes da nossa inteligência”. O presbítero apelou a todos aqueles que percebem que Cristo os chama a uma vida consagrada no sacerdócio, na vida religiosa, nas missões, que respondam generosamente, como Nossa Senhora, “não há melhor do que entregarmo-nos confiantes à missão a que o Senhor nos chama”. Aos que são chamados ao Matrimónio, o sacerdote recomenda que comecem a preparar com oração e formação na fé, a fim de um dia virem a constituir uma família cristã, “verdadeira Igreja doméstica, onde se reza, onde se está aberto à vida e se vive a fidelidade do próprio Deus”.

 

O jovem sacerdote João Vergamota destacou a importância destes últimos três anos na sua primeira paróquia, após a ordenação sacerdotal, os quais, foram sentidos cheios de graças de Deus, umas mais visíveis e vividas universalmente, como o Ano Paulino, o Ano Sacerdotal com a peregrinação da Imagem de Cristo Sacerdote pelas paróquias onde iniciou a sua atividade pastoral, as Jornadas Mundiais da Juventude, a Viagem Apostólica do Papa Bento XVI a Portugal em 2010, entre outras guardadas na vida de tantas pessoas e na sua também.

 

D. José Policarpo, Cardeal-Patriarca de Lisboa, irá dar posse como pároco ao padre João Vergamota na paróquia de Encarnação em Mafra, no próximo dia 25 de Setembro pelas 16h00, seguido de convívio paroquial.

 

 

João Polónia

 

http://www.jornaldascaldas.com/index.php/2011/09/22/padre-joao-vergamota-despede-se-das-paroquias-de-obidos-e-serra-d-el-rei/

 

 

Comenta esta notícia:

Comments: 0

Notícias associadas: