Óbidos vive Solenidade da Padroeira Nossa Senhora da Graça

 

15 de Fevereiro de 2012

Eucaristia solene (foto João Polónia/Jornal das Caldas)
Eucaristia solene (foto João Polónia/Jornal das Caldas)

A comunidade paroquial de Óbidos celebrou a Festa de Nossa Senhora da Graça, Padroeira da Vila de Óbidos, com a realização da tradicional Eucaristia solene e bênção de bebés na Igreja Santa Maria, durante a noite de 2 de fevereiro, dia em que a Igreja celebra a Apresentação do Senhor e desafia os pais a apresentarem o seu filho para que Deus o proteja.

 

“Sempre me lembro da Festa se iniciar com a missa solene, mas foi com o padre Paulo Gerardo que começámos por fazer a bênção da luz e a procissão de velas”, revelou o diácono Raúl Penha.

 

Neste dia de Apresentação do Senhor está previsto liturgicamente as pessoas levarem as velas para serem benzidas e terem em casa para acender em qualquer aflição. O diácono de Óbidos explicou que “as velas são acesas em honra de Cristo, pois o velho Simeão reconhece nos seus braços Aquele que veio para ser Luz das Nações”. Os fiéis caminharam em manifestação de fé e esperança, entre a Igreja da Misericórdia e a Igreja de Santa Maria, simbolizando “a Igreja que caminha ao encontro de Cristo mas já guiada por Ele mesmo, Luz do mundo”, reforçou Raúl Penha.

 

Já na igreja matriz de Óbidos e diante a imagem da Padroeira Nossa Senhora da Graça, o pároco Paulo Gerardo, na homilia da celebração eucarística, salientou a importância dos pais na educação cristã dos seus filhos, declarando que “quando os pais e as mães decidem ter um bebé, é porque eles mesmo sem saberem foram cooperadores de Deus no comunicar a vida”. Para o responsável das paróquias de Óbidos, a primeira missão dos casais está na atitude de “fazerem do seu lar um santuário da vida, colaborando com Deus, sempre e em todo o lugar”, apelando ainda a que “não devem atentar contra a vida, apenas defendê-la em qualquer circunstância”.

 

O sacerdote transmitiu a beleza do amor conjugal na fé, e lançou fortes críticas à sociedade civil: “A visão de Deus, a visão que nos faz felizes, está bastante em contraste com aquilo que a gente vê na nossa sociedade, uma sociedade que não promove a vida nem a família, que muitas vezes é uma espécie de um fardo, porque é uma prisão que não deixa fazer outras coisas por causa dos filhos”.

 

Em seguida o presbítero fez uma oração comunitária e procedeu à bênção de alguns bebés e crianças de Óbidos ali presentes, de forma individual, convidando os pais a subir ao altar permanecendo junto dos mesmos. “Alguns pais por causa do frio acharam certamente mais prudente não vir”, apontou o pároco Paulo Gerardo como a principal causa da frágil participação dos bebés, aludindo às baixas temperaturas que se fizeram sentir ao longo da noite em Óbidos. No final da missa solene houve um lanche/convívio que juntou e aqueceu os paroquianos participantes nesta celebração festiva.

 

 

João Polónia/JORNAL DAS CALDAS

 

http://www.jornaldascaldas.com/index.php/2012/02/15/obidos-vive-solenidade-da-padroeira-nossa-senhora-da-graca/

Free counter and web stats

 

Comente esta notícia

Comments: 0