TOIROS Y TOIRADAS

19 de Maio de 2010

Corrida de casa cheia – com forcados das Caldas da Rainha em grande forma

Foto João Polónia
Foto João Polónia

Foi uma garraiada à antiga, com artistas, praticantes ou amadores, preços populares e casa cheia, que resultou num espectáculo com algum nível e muito agradável de seguir, como que se tratasse de uma tourada formal com profissionais.

 

Daqui se envia os merecidos parabéns ao grupo de forcados amadores das Caldas da Rainha, não só pela sua iniciativa, como pela sua exibição, com quatro grandes e emocionantes pegas.

 

Na verdade tratou-se de um festival de beneficência para o fundo de lesões do próprio grupo, sendo que os espectáculos com este cariz são sempre de aplaudir, pois também servem para promover jovens toureiros que se apresentam com ganas e objectivos de chegar ao estrelato.

 

Assim, aconteceu no concreto no dia 16 de Maio, na Praça das Caldas da Rainha, pois dos quatro cavaleiros que actuaram, apenas o Zé Francisco Zenkl nos pareceu pouco praceado, longe do estilo de seu pai Gustavo Zenkl, toureiro dos anos 70/80 que chegou a atingir alguma notoriedade no profissionalismo.

Já Miguel Tavares, no 2º novilho, lidou com acerto, demonstrou mão firme e alguma toureria.

 

O 3º novilho pequenote mas irrequieto e de muita codícia, acudindo de pronto a todos os cites, levou o jovem cavaleiro Mateus Prieto a uma grande actuação cheia de emoção, com o público ao rubro nos dois ferros finais em duas sortes de violino espectaculares. É um nome a fixar pois tal como o algodão… não engana – Mateus Prieto o grande triunfador da tarde.

 

Manuel Vacas de Carvalho, no 4º novilho da tarde, teve igualmente uma actuação muito animada e positiva, mostrando também qualidades e vontade para poder singrar.

 

Terminada a prestação dos cavaleiros após um pequeno intervalo, que serviu para alisar a arena, deu-se continuidade ao espectáculo com os dois últimos novilhos a serem lidados a pé.

 

O novilheiro Duarte Palha, que nunca tínhamos visto, deixou boa impressão, embora lidasse o novilho mais corpulento da tarde, revoltoso e de investida áspera.

 

Ainda assim o jovem Palha teve presença e tranquilidade na arena e por diante do oponente, toureando sempre pela direita em derechazos, terminou a faena com 3 manoletinas rematadas com passe de peito.

 

O 6º e último novilho da tarde (castanho claro) era andarilho e de difícil fixação. Mesmo com essa contrariedade, o novilheiro aspirante João Carreira, mostrou maneiras toureando de capote por tafoeras rematadas com uma meia Verónica.

 

Quis igualmente mostrar-se com agrado na muleta, toureando pela direita e em naturais pela esquerda, sendo no final aplaudido.

 

Conclusão, jovens artistas e casa cheia a dar êxito absoluto à iniciativa, provando aos anti-taurinos que mais valia irem dar uma volta do que estarem ali em manifestações de alta berraria.

 

 

Foto João Polónia

 

Luciano Silva

 

http://www.jornaldascaldas.com/index.php/2010/05/19/toiros-y-toiradas-18/


Comments: 0