Praça de Toiros de Caldas da Rainha muda de propriedade com projecto milionário

29 de Abril de 2011

A praça de toiros de Caldas da Rainha foi adquirida pela empresa SCAI aos familiares de Manuel dos Santos, antigo matador e empresário, apresentando projecto para o espaço orçamentado em cerca de três milhões de euros.

 

Nuno Alves, responsável pela empresa, afirma que o principal objectivo deste negócio é "restruturar e fazer da praça um espaço comercial e polivalente a fim de realizar espectáculos, não só durante a temporada, mas também ao longo do ano". Na perspectiva estrutural, as novas potencialidades da praça irão proporcionar uma revolução integral da imagem e da sua utilização. Com esta transformação, o empresário pretende construir uma zona de restauração, lojas comerciais, um museu para exposições itinerantes, a cobertura da praça e arranjos nas bancadas. Afirma ainda que este investimento na cidade de Caldas simboliza “um sinal de combate aos tempos de crise”.

 

O grupo de gestão do projecto integra para além do proprietário Nuno Alves, os colaboradores, Horácio Lopes, Aldina Costa e Paulo Pessoa de Carvalho, já com eventos marcados entre mãos.

Paulo Pessoa de Carvalho congratula-se por ter sido uma opção de continuidade nos projectos de Nuno Alves, dando voz a uma dinâmica de ideias e competências que pretende construir junto da nova equipa para a realização dos espectáculos. Na conferência de imprensa realizada na praça de toiros, o empresário caldense agradeceu a presença do matador de toiros Vitor Mendes e do fadista Nuno da Câmara Pereira, que “de alguma forma vieram dar a cara pelo projecto em curso de grande valor para as Caldas da Rainha”.

 

Relativamente ao calendário de actividades previsto para a praça de toiros das Caldas, Paulo Pessoa de Carvalho deu a conhecer os principais destaques e alguns detalhes que irão dar mais vida e animação esta temporada aos caldenses e aficionados tauromáquicos.

 

A praça das caldas vai abrir as suas portas oficialmente como centro de espectáculos a 18 de Junho, comemorando o 60º aniversário de Nuno da Câmara Pereira nos 35 anos de carreira que atravessa, num espectáculo inédito, intitulado «60 anos à luz da vela», evento diferente criado para o efeito, em que haverá um misto de uma coreografia, efeitos pirotécnicos, muito fado e uma história de uma vida.

 

Segue-se 2ª Grande Corrida do CDS a 30 de Julho, apesar da ideologia de cada um, Paulo Pessoa de Carvalho afirma, “é importante para os taurinos existir um partido político a dar a cara pela festa de toiros”, apoiado na recente sondagem que revela que 89% dos portugueses defendem a Festa Brava, considera que os cidadãos entendem que a tauromaquia é fundamental para a identidade do povo português. Apelou ainda “que outros partidos políticos sejam capazes de assumir que independentemente da sua crença a tauromaquia faz parte daquilo que é a cultura portuguesa e a história do nosso povo.”

 

Nos dias 4, 5 e 6 de Agosto, irá realizar a segunda edição de «Música na Praça», após o sucesso do ano passado, a organização em parceria com Manuel Moura dos Santos, pretende um cartaz mais forte, o qual mantém até o momento negociações com a Câmara Municipal.

 

A Tradicional Corrida de Toiros do 15 de Agosto, na sua 129ª edição, considerada a corrida mais antiga do país, volta às Caldas da Rainha com um cartel de grande dimensão e valor, capaz de marcar a temporada portuguesa. Vai ser prestada uma homenagem ao matador de toiros e empresário Manuel dos Santos, pela figura que marcou a tauromaquia. A organização tem como principal objectivo, trazer de novo o toureio a pé às Caldas da Rainha. Em negociações praticamente finais, Paulo Pessoa de Carvalho, adianta a probabilidade do matador Vitor Mendes tourear no 15 de Agosto, acompanhado a cavalo com António Ribeiro Telles, e a presença de duas ganadarias portuguesas, toiros de Manuel Coimbra para a lide a cavalo e Ascensão Vaz para a lide a pé, o restante cartel encontra-se em negociações.

 

Entre o dia 19 e 26 de Agosto, está previsto um espectáculo misto de música, cavalos e toiros, que trará ao espaço memorias das tradições e das histórias do povo.

 

A organização prevê ainda a possibilidade de realização de mais alguma corrida mediática para as Caldas da Rainha, assim como manter eventos que nos últimos anos trouxeram sucesso e têm lotado a praça, como os Rodeos entre outros do género.

 

 

João Polónia/Taurodromo

 

http://www.taurodromo.com/noticias/4557/praca-de-toiros-de-caldas-da-rainha-muda-de-propriedade-com-projecto-milionario.aspx
 

 

Comente esta notícia:

Comments: 0