Carvalhal concretiza tradicional Missa do Galo

10 de janeiro de 2014

(Cristãos acolhem o nascimento de Jesus Cristo | foto e texto João Polónia)
(Cristãos acolhem o nascimento de Jesus Cristo | foto e texto João Polónia)

O mau tempo que se fez sentir durante toda a noite na Região Oeste, não afastou os cristãos de participarem na missa da meia-noite, popularmente conhecida por Missa do Galo. Na aldeia do Carvalhal, concelho do Bombarral, a comunidade paroquial engalanou-se para celebrar o nascimento de Jesus Cristo, como “sentido” da história da humanidade. Na Igreja do Santíssimo Sacramento, a celebração festiva presidida pelo pároco padre José Luís Guerreiro teve a colaboração da Irmandade do Senhor dos Passos, e do Grupo Coral, que de forma inédita abrilhantou a solenidade, com cânticos litúrgicos acompanhados pelo som instrumental da Banda da Sociedade Filarmónica Carvalhense. 

 

O padre José Luís na sua homilia apresentou o Menino Jesus como “única luz” para guia da caminhada cristã, através do Seu “projeto de amor, na sua simplicidade e pobreza”. Segundo o sacerdote “andamos muitas vezes à procura do omnipotente, daquele que tudo pode, mas Ele é isso mesmo, e revela-se na fragilidade do menino, totalmente ao serviço do Homem, porque nos ama muito”. “Nós deixamos as nossas casas hoje e viemos aqui não apenas recordar, mas celebrar este acontecimento que é maravilha para nós”, referiu o responsável da comunidade paroquial, sublinhando que a data festiva, não é para os cristãos mais um Natal, “mas o Natal de Jesus Cristo, que deve acontecer na vida e no coração de cada um de nós”.

 

“O nosso Deus dos cristãos não é um Deus distante, que tenhamos de fazer muitos gestos para que Ele venha até nós, Ele entrou na história de cada um de nós. E se nós queremos conhecer esse Deus, olhemos para a nossa história. Reconhecemo-lo no presépio, nos momentos difíceis da nossa vida, nos momentos de alegria, reconhecemo-lo sempre porque Ele nunca nos abandona. Ele não te volta as costas, vem sempre ao teu encontro com palavras de salvação, de paz e de amor”, concluiu o presbítero. 

 

O pároco do Carvalhal salienta que é necessário prestar atenção às consequências da atual crise económica através de gestos solidários e de proximidade. “Este menino que nasce em Belém, nasce no coração e na vida de cada um de nós, que não fique preso no presépio para o contemplarmos à distância, mas como Deus da proximidade, esteja cada vez mais próximo de nós”, disse o padre José Luís na sua Mensagem de Natal ao NOTÍCIAS DO BOMBARRAL, contrariando o rumo da sociedade civil. 

 

“Penso que é mais fácil resolver a crise atual com a nossa atitude cristã diária, conscientes de como chegámos até aqui, do que questionarmos continuamente, como deveremos sair dela”, afirmou o sacerdote convicto de que é através da “análise de todos os passos que demos”, que existirá ocasiões para encontrar a chave desta “situação terrível que vivemos no nosso país e até na Europa”. 

 

Na opinião do responsável, um dos “grandes problemas” que está na base da sociedade é quando “nós abandonamos Deus na nossa vida, e pioramos a realidade quando procuramos as instituições para solucionar os problemas, e esquecemo-nos que a resolução “é sem dúvida acolher e colocar Jesus Cristo no centro da nossa vida”.

 

O responsável alerta aos cidadãos para a importância da escuta da palavra da Igreja, “que não é uma palavra de pessimismo, mas uma ‘boa notícia’ de paz e esperança”. 

 

Para 2014, o padre José Luís Guerreiro deseja que o “Ano da Fé” (outubro de 2012 a novembro de 2013) convocado pelo Papa emérito Bento XVI, por ocasião do 50º aniversário da abertura do Concílio Vaticano II e dos 20 anos da publicação do Catecismo da Igreja Católica, “deixe marcas na vida de cada um de nós”, despertando o crescimento de uma fé enraizada e amadurecida, “porque vale a pena acreditar no Menino Jesus, que nasce para a salvação de todos nós”, declarou em entrevista ao NOTÍCIAS DO BOMBARRAL. 

 

No final da celebração, o responsável pela comunidade agradeceu a participação da Irmandade local, do Grupo Coral e a “colaboração e disponibilidade” apresentada pela Banda durante a missa da meia-noite, desejando-lhe “muitos êxitos” para as suas atuações em 2014. A todos os presentes, familiares e amigos transmitiu votos de “um Santo e Feliz Natal”, repleto de “prosperidades, daquelas que nós mais precisamos, que é paz, que é vida, que Deus nos vai concedendo, nesta pessoa do Menino Jesus”.

 

 

João Polónia/Notícias do Bombarral

 

(Notícias do Bombarral nº 618 de 10 de janeiro de 2014) 

Carvalhal concretiza tradicional Missa do Galo
notícia João Polónia/Notícias do Bombarral
10 de janeiro de 201
Notícias do Bombarral - edição 10 janeir
Adobe Acrobat Document 2.8 MB

MULTIMÉDIA: Vídeo/Reportagem - João Polónia/Notícias do Bombarral

Free counter and web stats

 

Comente esta notícia:

Comments: 2
  • #2

    Fernando Santos (Monday, 13 January 2014 15:58)

    Obrigado João Polónia pela reportagem!
    Está um registo muito bem feito...
    Deixa transparecer a beleza espiritual com que foi celebrado o nascimento do nosso Deus!

  • #1

    Luís Patriarca (Monday, 13 January 2014 15:49)

    Bastante completa e com a qualidade que já é habitual.